Radio Foco
Apresentações musicais e concurso literário dinamizam as atividades de biblioteca escolar
asprato

29/05/2019 - 16:20

Apresentações musicais e concurso literário dinamizam as atividades de biblioteca escolar

Fazer da biblioteca um espaço dinâmico de aprendizagem. Esse tem sido o objetivo do trabalho desenvolvido pela equipe pedagógica da Escola Estadual Vila União, que funciona em tempo integral. Entre um turno e outro, pelo menos uma vez por semana, os alunos da Orquestra Sinfônica de Cordas deixam a sala de música e se apresentam na biblioteca Pedro Tierra.  

 

Música clássica e leitura dividindo o mesmo espaço. Essa é uma combinação perfeita na opinião da aluna do 6º ano, Fernanda Costa Sales, violonista da orquestra. “A música envolve português, matemática, todas as disciplinas que estudamos e, participando da orquestra, eu fui me soltando para aprender mais coisa”, destacou.

 

A percussionista da orquestra, Nicole Lima de Sousa, aluna do 7º ano, destacou as vantagens das apresentações na biblioteca. “Aqui, ao mesmo tempo em que vamos tocando, nos empolgamos com as pessoas que estão lendo e nos vendo tocar. Às vezes, a gente vai tocando e olha para os livros e a calmaria nos faz sentir vontade de ler”, destacou.

 

De acordo com Teogenes Sá, maestro e professor, a música reflete diretamente no aprendizado em sala de aula e, como uma ciência, merece estar presente em todos os espaços. “A música também está inserida nos livros. Quando fazemos esses ensaios entre livros e alunos é muito significativo. O som, a sonoridade provoca o relaxamento e aumenta a concentração”, apontou. 

 

Concursos

Além das apresentações musicais, semestralmente são realizadas na biblioteca concursos de leitura e cafés literários. De acordo com a bibliotecária da unidade escolar, Flávia Freitas Rodrigues Silva Oliveira, essas são ações que aproximam os alunos dos livros. “Selecionamos textos que abordam a temática trabalhada em cada concurso e sorteamos entre os alunos que fazem as leituras em voz alta. Essa atividade ajuda desinibir os alunos”, apontou.

No dia a dia da biblioteca, sempre que eles leem um livro, os alunos são convidados a preencherem uma ficha catalográfica em que apresentam um resumo das narrativas, assim como destacam o gênero literário das leituras. Essa atividade é acompanhada pela bibliotecária que orienta no preenchimento do documento. “Essa é uma forma que encontramos de também gerarmos conhecimento, de promovermos a capacidade síntese e de identificação dos gêneros”, ressaltou.

No Café Literário, são convidados autores regionais que falam de seus livros e da arte de escrever.

Por: Da Assessoria



Tags:



Voltar

Copyright © 2012 - Todos os direitos reservados.

Agência Brilhus - Criação de Site