Radio Foco
Energisa investe em ações de manutenção preventiva para melhorar a prestação de serviços e garantir a segurança
asprato

07/06/2019 - 09:17

Energisa investe em ações de manutenção preventiva para melhorar a prestação de serviços e garantir a segurança

É na zona rural onde está 89% da rede de energia no Tocantins, por isso o trabalho de manutenção do sistema elétrico no Estado tem a maior parte de suas ações realizadas no campo. Respeitando o meio ambiente, a Energisa atua com um plano estratégico voltado para a melhoria do fornecimento de energia e proteger a rede de energia, especialmente, de uma situação comum no Tocantins: a queimada. Além do trabalho constante das equipes de manutenção da distribuidora, a Energisa está junto com outros 25 órgãos e instituições do Tocantins no Comitê do Fogo, uma frente de trabalho que visa prevenir incêndios florestais.

 

Na desta quarta-feira, 5/6, o Comitê deu início ao plano de ação com o Dia D de prevenção a Queimadas e Incêndios Florestais em Palmas. Nesta ação, 26 equipes formadas por colaboradores e servidores dos órgãos e instituições envolvidos irão percorrer 16 rotas realizando visitas nas propriedades rurais, sensibilizando produtores e moradores da zona rural sobre mecanismos de prevenção como manejo do solo, construção de aceiros, uso legal do fogo (autorização e queima controlada), bem como, de possíveis aplicações da legislação para repressão às atitudes irregulares. A expectativa é visitar no mínimo 400 propriedades.

 

Depois de Palmas, o Dia D será realizado nos dez municípios com maior índice de queimadas em 2018 (Pium (7/6), Formoso do Araguaia (11/6), Lagoa da Confusão (12/6), Lizarda (18/6), Paranã (25/6), Arraias (26/6, Goiatins (4/7), Mateiros (9/7), Ponte Alta do Tocantins (16/7) e Rio Sono (18/7)). Será realizado também o dia Dia D de forma regionalizada nos sete municípios que possuem Regionais da Defesa Civil Estadual/quartéis do Corpo de Bombeiros Militar (Araguaina, Gurupi, Paraíso, Porto nacional, Colinas, Araguatins e Dianópolis).

 

Guilherme Damiance, gerente de Operações da Energisa, destaca que a participação da distribuidora no comitê reforça o compromisso da empresa com a segurança da população e com o meio ambiente. “As ações do comitê veem de encontro ao trabalho que já fazemos, que é a manutenção, melhoria das redes e conscientização da população sobre os riscos de causar incêndios próximos às estruturas da rede de energia e subestações. Por isso, não poderíamos ficar de fora.”

 

Coronel Reginaldo Leandro da Silva, coordenador estadual da Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins, disse que a ação é preventiva, mas também tem como objetivo repreender os crimes ambientais. “Juntas essas instituições têm o papel de informar e alertar a população sobre as consequências do uso incorreto do fogo e para os órgãos competentes fica a responsabilidade de repressão do crime ambiental”, pontuou.

 

Manutenção

Culturalmente no Estado a população tem o hábito de usar o fogo para livrar-se do lixo e limpar pastos. Além disso, ainda há casos de queimadas criminosas. Por isso, a Energisa tem buscado atuar na prevenção e controle. Narah Rank, engenheira eletricista de Manutenção da Energisa conta que as equipes da concessionária são treinadas para atuarem de forma proativa para garantir a segurança. “Prevenção, manutenção e controle são os pilares da nossa atuação na proteção da rede e de vidas.  Junto com o plano de ação preventivo, usamos várias tecnologias que nos permitem direcionar e tornar a manutenção mais eficiente, como é o caso de inspeção de redes com o uso de drones. Também fazemos uso de helicópteros no caso da transmissão. O nosso papel é evitar ocorrências na rede elétrica, e também, coibir que as queimadas cheguem até elas”, explica.

 

Só este ano, a Energisa já inspecionou mais de 37 mil estruturas da rede de energia e 6.200 passaram por manutenção. Até o próximo mês de dezembro será realizada a inspeção de 90 mil estruturas e ainda, a manutenção em outras 19 mil. Este trabalho envolve a substituição de postes, cabos, modernização do sistema com a instalação de para-raios, religadores e também o controle de vegetação com poda de árvores e limpeza de faixa. Todos esses cuidados, previnem falta de energia e outras ocorrências com a rede de energia.

 

Segurança

Delmindo Antonio Mendes e Souza, coordenador de Saúde e Segurança do Trabalho da Energisa, destaca que o mais importante é que a população proteja o meio ambiente, evitando queimadas, principalmente próximas às redes de energia elétrica. “Com este período seco e ventos fortes, o fogo se espalha muito rápido. É muito importante ter atenção redobrada nesse período de estiagem e conscientizar as pessoas sobre a prevenção de queimadas, para evitar acidentes e falta de energia elétrica”, explica.

 

Próximo às redes de distribuição de energia elétrica, o fogo pode trazer riscos para a segurança da população e também ameaçar o fornecimento de energia. Todas as vezes que o sistema de monitoramento utilizado pela concessionária identifica um foco de queimada próximo à rede, a Energisa desloca suas equipes para acompanhar a ocorrência. “Desligamentos e curtos circuitos causados por queimadas ocorrem quando as chamas se propagam nas proximidades ou sob a rede elétrica. A fumaça e o calor podem interromper o fornecimento de energia. A atitude que preserva, garante a segurança”, explica Narah.

 

Legislação

O Decreto Federal nº 2.661/98 proíbe o uso do fogo em qualquer tipo de vegetação em um raio de 15 metros dos limites das faixas de segurança das linhas de transmissão e distribuição de energia elétrica, de 100 metros ao redor de subestações e 25 metros ao redor da área de domínio de estações de telecomunicações. Em área urbana a utilização do fogo é proibida e perigosa, porém não impede que as pessoas façam as queimadas constantemente.

 

Dicas de segurança:

 

Para casos de focos de incêndios próximos às redes elétricas e subestações, entre em contato com a Energisa gratuitamente pelo aplicativo Energisa On, no ícone ‘reportar um problema’, ou ligue para 0800 721 3330.

 

O jeito certo de agir:

- Só a equipe da Energisa mexe na rede de energia elétrica;

- Vandalismo, jamais;

- Podas só com profissionais;

- Combate a bituca de cigarro e o fogo criminoso perto da rede de energia;

- Limpeza de pastos sem fogo.

 

Atitude certa, evita:

- Falta de energia;

- Curto circuito que poderia provocar incêndios;

- Acidentes com vítimas.

Por: Da Assessoria



Tags:



Voltar

Copyright © 2012 - Todos os direitos reservados.

Agência Brilhus - Criação de Site